Tortuga Câmaras de Ar

Contato

  • Unidade Curitiba
    R. Alberto Klemtz, 441 . Portão
    CEP 80330-380 . Curitiba . PR . Brasil
    Tel: 55 41 3314-3100 | 0800 411919
    Fax: 55 41 3314-3152
  • Unidade Araucária
    Av. das Araucárias, 5500
    CEP 83707-000 . Araucária . PR . Brasil
    Tel: 55 41 3643-199

Home Coleção Tortuga bom caminhoneiro Negócios

Coleção Tortuga bom caminhoneiro

Negócios para o caminhoneiro

Dicas para comprar um caminhão

Se você está pensando em comprar um caminhão, além de decidir entre as diferentes marcas e modelos, vai ter que optar por uma forma de pagamento.

Dicas para comprar um caminhãoSe você está pensando em comprar um caminhão, além de decidir entre as diferentes marcas e modelos, vai ter que optar por uma forma de pagamento.

A maneira mais barata, mas muitas vezes impossível, é comprar o caminhão à vista. Você evita pagar juros e taxas para bancos e administradoras, além de ganhar um poder de barganha com as concessionárias. Mas, se você não tem o dinheiro debaixo do colchão, vai precisar recorrer a algum tipo de parcelamento.

Antes de decidir de que maneira você vai pagar pelo seu caminhão, é preciso pegar lápis e papel e fazer contas. Não pense que seu único gasto vai ser o valor do caminhão. Infelizmente, existe um monte de impostos e taxas a serem pagos antes de poder sair rodando com o novo veículo.

  • Emplacamento
  • Licenciamento, pago todos os anos
  • IPVA, pago todos os anos
  • Seguro obrigatório DPVAT, pago todos os anos
  • Seguros extras (contra roubo, terceiros, colisões, etc.)
  • Manutenção (trocas de óleo, pneus, amortecedores, revisões periódicas, etc.)
  • Possíveis multas de trânsito
  • Habilitação na categoria C
Essa é uma boa época para investir em um caminhão. As vendas estão em baixa, por isso montadoras e concessionárias estão aplicando descontos. Por outro lado, está mais difícil obter crédito junto aos bancos e financeiras. Neste guia, juntamos algumas informações sobre cada modalidade de pagamento parcelado.
 

Consórcio

Recomendado para quem não tem pressa e não quer pagar juros.

  • O valor do caminhão é dividido em até 100 parcelas fixas
  • Funciona como uma poupança
  • Existem taxas de administração e fundos de reserva que são diluídos nas parcelas
  • Preste antenção nessas taxas, que podem chegar a 25% do valor do caminhão
  • Mas fique atento também à cobrança de taxas pela administradora (adesão, abertura de cadastro, etc.)
  • Pesquise a solidez da empresa de consórcio para não correr o risco de pagar por vários anos, a empresa quebrar e você perder seu consórcio. No site do Banco Central do Brasil (www.bcb.gov.br) é possível consultar as empresas credenciadas. Uma dica legal é utilizar o consórcio das próprias montadores de caminhões como Ford, VW, Scania, Mercedes, Volvo etc.

Leasing

Ou arrendamento mercantil. Recomendado para empresas.

  • O caminhão é adquirido pela empresa arrendadora para uso do cliente (arrendatário) por um prazo determinado mediante o pagamento de prestações mensais
  • No final desse prazo, o cliente pode pagar o valor residual e transferir o veículo para o seu nome
  • Normalmente é cobrada a TAC (taxa de abertura de crédito), que custa em média R$ 500,00
  • O caminhoneiro beneficia-se de prazos longos (24 a 42 meses)
  • Com os juros altos, o total das parcelas supera o valor real do caminhão com taxas de 1,75% ao mês
  • Se você decidir por antecipar algumas parcelas do financiamento, os juros referentes ao período antecipado não são eliminados

CDC

(Crédito Direto ao Consumidor) - Financiamento Recomendado para pessoas físicas.

  • O comprador assume uma dívida com o banco ou financiadora
  • O caminhão fica em nome do caminhoneiro, mas é dado como garantia da dívida
  • Normalmente é cobrada a TAC (taxa de abertura de crédito), que custa em média R$ 500,00
  • Os prazos podem ser de até 24 meses com taxas de cerca de 1,80% ao mês, mais altas do que de um leasing
  • É preciso dar uma parte do valor total como entrada
  • Se você decidir por antecipar algumas parcelas do financiamento, os juros recorrentes são eliminados, reduzindo o seu valor
  • De todos os modos, você acaba pagando muito mais do que o valor real do caminhão no final das parcelas

Finame

Boa opção de financiamento a juros reduzidos e prazos largos. É considerada a maneira mais em conta para comprar um caminhão parcelado.

  • Por hora é aprovado apenas para caminhões zero-quilômetro
  • Não é preciso dar entrada e há um prazo de carência que varia de 3 a 12 meses
  • No entanto, os juros devem ser pagos durante o período de carência
  • 100% do valor pode ser financiado em até 60 meses (para micro, pequenas e médias empresas)
  • O custo financeiro é composto pela TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) de 6,25% mais os juros, remunerações e taxas de administração do banco e da financeira, que variam de 2 a 7%
  • O seguro não pode ser “finamizado” (financiado em contrato)

Usados

Fora o Finame, que ainda não pode ser usado para veículos usados, todos os outros métodos funcionam tanto para zeroquilômetro quanto para usados. Contudo, abra os olhos na hora de optar por um caminhão usado.

  • Dê preferência para caminhões com garantia da concessionária
  • Consulte o Detran para ver se o caminhão não é roubado, não tem sinistro, multas ou bloqueios
  • Verifique se o número do chassi confere com o número do documento
  • Descubra o número de proprietários anteriores
  • Veja o histórico de manutenção do veículo e se ele apresentou problemas mecânicos anteriores
  • Caso compre o veículo em leilão, em que o valor está sempre abaixo do mercado, lembre-se de que ele deverá ser pago à vista e que o comprador deverá arcar com possíveis débitos de IPVA e multas
     

Saúde

Negócios

Segurança

SPVS

© Tortuga . Todos os direitos reservados.

Webmail Tortuga