Tortuga Câmaras de Ar

Contato

  • Unidade Curitiba
    R. Alberto Klemtz, 441 . Portão
    CEP 80330-380 . Curitiba . PR . Brasil
    Tel: 55 41 3314-3100 | 0800 411919
    Fax: 55 41 3314-3152
  • Unidade Araucária
    Av. das Araucárias, 5500
    CEP 83707-000 . Araucária . PR . Brasil
    Tel: 55 41 3643-199

Home Coleção Tortuga bom caminhoneiroSaúde

Coleção Tortuga bom caminhoneiro

Saúde para o caminhoneiro

Doenças Sexualmente Transmissíveis

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), são transmitidas por meio da relação sexual, seja de homem com mulher, homem com homem ou mulher com mulher.

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), são transmitidas por meio da relação sexual, seja de homem com mulher, homem com homem ou mulher com mulher. Qualquer um - casado, solteiro, jovem, adulto, rico ou pobre - pode pegar DST. São doenças graves que podem causar disfunções sexuais, esterilidade, aborto, nascimento de bebês com problemas de saúde, deficiência física ou mental, alguns tipos de câncer e até a morte. A pessoa com DST também tem mais chance de pegar outras doenças, inclusive a AIDS. 

Quem apresenta mais risco pegar uma DST? 

Quem tem relações sexuais sem camisinha. Quem tem parceiro que mantém relações sexuais com outras pessoas sem camisinha. Pessoas que usam drogas injetáveis e compartilham seringas. Pessoas que têm parceiros que usam drogas injetáveis, compartilhando seringas. Pessoas que recebem transfusão de sangue não testado 

As DSTs mais comuns são: 

Candidíase, gonorréia, sífilis, cancro mole, herpes genital, hepatite B, condiloma acuminado (verruga genital), clamídia, tricomoníase e infecção por HIV (o vírus da AIDS). 

As DST têm cura? 

A maioria das DST tem cura, menos a AIDS, que não tem cura, mas pode ser tratada com medicamentos. Algumas doenças podem persistir apesar da sensação de melhora. Este é um dos perigos da auto-medicação. O tratamento deve ser feito por um médico com experiência nesta área.

O que eu faço se suspeitarque tenho alguma DST ?

Evite a atividade sexual - caso não seja possível, use camisinha em todas as relações para diminuir os riscos de transmissão
Procure o serviço de saúde e siga corretamente as recomendações do médico
Comunique as pessoas com quem teve relações sexuais e para orientá-las que também procurem um médico, mesmo que elas não apresentem sintomas 
Evite a auto-medicação, pois certamente você não ficará curado medicando-se sem auxílio de um profissional como um médico, mesmo que o remédio seja o recomendado.

AIDS

O HIV (vírus da AIDS) destrói as células responsáveis pela defesa do nosso organismo, tornando a pessoa vulnerável a outras doenças. Há alguns anos, receber o diagnóstico de AIDS era quase uma sentença de morte. Hoje a AIDS já pode ser considerada uma doença crônica. Isto significa que uma pessoa infectada pode viver com o vírus por um longo período sem apresentar nenhum sintoma ou sinal. Os portadores do vírus podem ter uma sobrevida cada vez maior e de melhor qualidade.
 
Assim pega
  • Sexo vaginal, anal ou oral sem camisinha
  • Uso da mesma seringa ou agulha por mais de uma pessoa
  • Transfusão de sangue contaminado
  • Mãe infectada pode passar o vírus HIV para o filho durante a amamentação, parto e amamentação
  • Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados
Assim não pega
  • Sexo, desde que se use corretamente camisinha
  • Masturbação a dois 
  • Beijo no rosto ou na boca, aperto de mão e abraço
  • Suor e lágrimas, picada de inseto 
  • Talheres, copos, sabonetes, toalha, lençóis
  • Piscina, banheiro, assento de ônibus e pelo ar
  • Doação de sangue

Faça o teste. É grátis!

Procure uma unidade da rede pública e faça logo o teste. Lembre-se de que resultado negativo não é vacina contra a Aids. E se o teste der positivo, converse bastante com um profissional de saúde. Procure um grupo de apoio, que pode lhe ajudar a enfrentar a situação.

 

 

 


Saúde

Negócios

Segurança

SPVS

© Tortuga . Todos os direitos reservados.

Webmail Tortuga