Tortuga Câmaras de Ar

Contato

  • Unidade Curitiba
    R. Alberto Klemtz, 441 . Portão
    CEP 80330-380 . Curitiba . PR . Brasil
    Tel: 55 41 3314-3100 | 0800 411919
    Fax: 55 41 3314-3152
  • Unidade Araucária
    Av. das Araucárias, 5500
    CEP 83707-000 . Araucária . PR . Brasil
    Tel: 55 41 3643-199

Home Coleção Tortuga bom caminhoneiro Segurança

Coleção Tortuga bom caminhoneiro

Segurança para o caminhoneiro

Para quem atravessa as fronteiras do Brasil

Se você atravessa as fronteiras do Brasil para levar carga para os países vizinhos, precisa tomar alguns cuidados e seguir algumas regras para não ter problemas na alfândega.

 Se você atravessa as fronteiras do Brasil para levar carga para os países vizinhos, precisa tomar alguns cuidados e seguir algumas regras para não ter problemas na alfândega.Veja algumas dicas que selecionamos para quem vai entrar na Argentina, país que mais troca mercadorias com o Brasil.

  • Esteja sempre com a carteira de identidade e carteira de habilitação em mãos. A carteira de identidade não pode estar danificada e nem ser muito antiga, de modo que não seja possível comprovar que a foto é sua mesmo.
  • No Brasil você tem um prazo de 30 dias para renovar a habilitação depois do vencimento. O mesmo não ocorre na Argentina. Se ela estiver vencida, você não entra no país.
  • Sempre troque reais por pesos na fronteira, na estrada será impossível.
  • Quando você entra na Argentina, recebe um formulário de imigração. Guarde-o durante toda a estadia e entregue-o na saída.
  • Cavalo e carreta devem ter certificações internacionais validadas pela ANTT e CNRT (Comissión Nacional de Regulación del Tranporte).
  • Você precisa ter o Seguro Carta Verde. Ele é obrigatório em todos os países do Mercosul.
  • Não é permitido atravessar a fronteira com bebidas e comidas não industrializadas.
  • Cargas perigosas têm muitas especificações. Esteja informado sobre tudo.
  • Caso você não saiba como chegar a algum cliente, nos pedágios das entradas de grandes cidades sempre tem um “chapa” brasileiro disposto a levá-lo até o lugar de descarga.
  • Na Argentina a distância entre o chão e o parachoques não pode ser maior que 40 cm. Como no Brasil a regra é outra, é preciso ajustar o para-choques antes de cruzar a fronteira.
  • Tenha cuidado com fiscalização da Ruta 14. É lá que se criam os maiores problemas para os motoristas brasileiros. Esteja com tudo em dia quando passar por lá.

Para quem atravessa as fronteiras do brasil

 


Saúde

Negócios

Segurança

SPVS

© Tortuga . Todos os direitos reservados.

Webmail Tortuga